A

Mácula

voltar para o topo da página

Região central da retina. Os estímulos que lhe chegam propiciam a maior nitidez , equivale dizer o maior nível de agudeza visual, quando sadia. Se lesada, a visão diminui muito.

Meio Óptico

voltar para o topo da página

Estruturas sólidas e líquidas que se interpõem no trajeto da luz, do exterior até a retina. A seqüência é : córnea, aquoso, cristalino e vítreo . Dão passagem à luz, modificando o seu trajeto (refratando), até chegar ao plano retiniano.

Meridiano

voltar para o topo da página

É a divisão da metade superior da córnea em 180 posições radiadas que, entre si, têm a medida de ângulo de 1º (um grau). O horizontal é o de 0º ou 180º . O vertical é sempre de 90º . Há os oblíquos de 45º e 135º. Os outros são chamados, conforme a proximidade dos anteriores, de horizontais, verticais ou oblíquos. Permitem localizar a posição do eixo do astigmatismo.

Miidopsia

voltar para o topo da página

O mesmo que moscas volantes.

Miopia

voltar para o topo da página

Deficiência visual em que, a luz que penetra no olho é focalizada em um plano adiante do da retina. Os portadores costumam ver menos nítido para longe.

Moscas Volantes

voltar para o topo da página

O mesmo que miidopsia. Percepção de pontos, fios, insetos inexistentes no espaço. Correspondem a pontos de degenerações do vítreo. Convém examinar,com mais cuidado, a retina também.

Músculo Ciliar

voltar para o topo da página

Músculo circular que se localiza em um plano atrás da íris, na espessura do corpo ciliar. Quando se contrai possibilita a acomodação