Laserterapia

A Laserterapia veio para auxiliar, facilitar e melhorar o tratamento de um grande número de doenças oftalmológicas, corrigindo e prevenindo alguns defeitos visuais. Ao paciente, o tratamento a laser oferece inúmeras vantagens, como por exemplo, não precisa estar internado para receber o tratamento, a incidência de dor é pouca, a anestesia é tópica com colírio e na maioria dos casos o paciente pode retornar brevemente às suas atividades normais do dia a dia.

Atualmente, existem diversos tratamentos a laser, cada um mais indicado a determinadas doenças e pacientes. Todos estes tratamentos subdividem-se em três categorias, Laser Diodo Verde, Laser Diodo Amarelo e Laser Diodo Vermelho.

Diodo Verde - 532NM

  • Fotocoagulação: indicado para retinopatia diabética, descolamento de retina, entre outros casos.
  • Endolaser: utilizado durante a vitrectomia posterior em casos de retinopatia diabética e descolamento de retina.

Diodo Amarelo - 577NM

  • Fotocoagulação: indicado para retinopatia diabética, descolamento de retina, entre outros casos.
  • Endolaser: utilizado durante a vitrectomia posterior em casos de retinopatia diabética e descolamento de retina.
  • Micropulso: é um procedimento seguro e sem complicações, indicado para pacientes com retinopatia diabética, edema de mácula e retinopatia serosa central.
  • Indireto: em geral, indicado para retinopatia diabética e descolamento de retina.

Diodo Vermelho - 810NM

  • Fotocoagulação: indicado para retinopatia diabética, descolamento de retina, entre outros casos.
  • Endolaser: utilizado durante a vitrectomia posterior em casos de retinopatia diabética e descolamento de retina.
  • Micropulso: é um procedimento seguro e sem complicações, indicado para pacientes com retinopatia diabética, edema de mácula e retinopatia serosa central.
  • Indireto: em geral, indicado para glaucoma neovascular, retinopatia diabética, descolamento de retina, retinopexia e tumores oculares.
agende uma consultaentre em contato

Importante:

Todas as informações contidas nesse site tem carácter informativo e educacional. Nenhuma providência deverá ser tomada sem consultar o seu oftalmologista, pois somente ele está habilitado para praticar o ato médico, conforme recomendação do Conselho Federal de Medicina.