Central de atendimento: (13) 2104-5000 | Chat

Na Semana Mundial do Glaucoma, diagnóstico precoce é valorizado

Segundo estudos, cerca de 4,5 milhões de pessoas sofrem de cegueira devido aos efeitos do glaucoma. A estimativa é que, até 2020, este número chegue a 11,2 milhões. Cerca de 2% dos brasileiros são afetados por esta doença, cujos efeitos mais nocivos podem ser estabilizados se ela for diagnosticada com antecedência. Durante a Semana Mundial do Glaucoma, uma expressão que se torna cada vez mais valorizada neste contexto é: diagnóstico precoce.

O glaucoma é uma doença ocular que leva à atrofia do nervo óptico e não há cura conhecida para ela após este estágio. Caso a doença seja detectada antes da completa atrofia do nervo, porém, há a possibilidade de estabilizar os efeitos da doença. Nesse sentido, fica ainda mais valorizada a importância de consultas regulares ao oftalmologista, a fim de detectar possíveis sinais precoces do glaucoma e de outras doenças oculares.

Cerca de 8% da população mundial sofre com o glaucoma. Em sua sexta edição, a Semana Mundial do Glaucoma busca mobilizar a profissionais de saúde ocular de todo o mundo para a importância da orientação a respeito da doença, além de oferecer meios para o diagnóstico antecipado. A comunidade médica recomenda a visita ao oftalmologista pelo menos uma vez ao ano, o paciente tendo algum problema ocular ou não. Através de um acompanhamento médico nesta frequência, é possível detectar problemas oculares ainda em sua infância.

Você pode saber mais sobre o glaucoma através da nossa base de dados sobre doenças oculares. Você também pode marcar a sua consulta conosco através do nosso site.