Central de atendimento: (13) 2104-5000 | Chat

Tempo seco e poluição prejudicam os olhos

Já é característica do Outono o clima com ar seco, fazendo com que, por causa da sujeira suspensa no ar, a poluição fique mais concentrada. Quem trabalha, mora ou costuma passar por ruas próximas a grandes obras sofre ainda mais. Essa combinação de poluição e poeira faz muito mal para a nossa saúde.

O clima seco resulta na menor lubrificação dos olhos, dobrando o número de pacientes que chegam aos consultórios com sintomas como coceira, olhos vermelhos, lacrimejamento, queimação, fotofobia e visão borrada, típicos da síndrome do olho seco, alergia ocular ou conjuntivite. Usuários de lentes de contato, idosos, mulheres (principalmente após a menopausa) e pessoas que trabalham em frente ao computador são mais vulneráveis ao olho seco.

Por isso, é importante ressaltar que em momento algum deve ser feita a auto-medicação, pois o uso de medicação inadequada pode resultar em graves problemas. O recomendado é sempre que sentir algum sinal de desconforto na visão, procurar um oftalmologista para que seja feito o tratamento adequado.

Entre as dicas para enfrentar o tempo seco, estão utilizar compressas de água gelada para minimizar coceiras nos olhos, não esquecer nunca de tirar as lentes de contato antes de dormir, utilizar bacias com água, toalha molhada ou umidificadores de ar para tornar o ambiente mais úmido, beber ao menos 2 litros de água por dia e evitar exercícios físicos entre o final da manhã e fim da tarde.