Central de atendimento: (13) 2104-5000 | Chat

Um guia na inclusão social

Os cães-guias, além de ajudar na locomoção, são ótimas companhias e auxiliam na integração social dos deficientes visuais de todo o mundo.

Quando existe um cão-guia orientando os deficientes, as pessoas ficam encantadas com o animal e acabam indo muito além do famoso “você precisa de ajuda”, conversando com os deficientes visuais sobre os mais variados assuntos. O cão acaba transferindo socialização e quem o tem diz que suas vidas foram divididas entre o antes e o depois de adquirirem um cão-guia.

Porém, o treinamento de cães-guias no Brasil é pouco acessível. Para se ter ideia, o custo para o treinamento do animal no país é de R$ 25 mil. Pessoas cadastradas em ONGs como “Projeto Cão-Guia” e “Escola de Cães-Guia Helen Keller” não pagam, mas ficam anos em uma fila de espera.

Segundo o Conselho Brasileiro de Oftalmologia do Brasil, existem apenas 60 cães-guias para mais de 1,4 milhões de pessoas com deficiência visual, um dado preocupante e que impede muitas pessoas de ter novos relacionamentos e novos círculos sociais.

Fontes: G1, Sesi-SP

Foto: Cães e Gatos